Alcabrozes

Érêmes Muites, Apanhárêmes Pôque..., Olha!... Safárêmes!!!

segunda-feira, maio 04, 2009

Em política

Homem que é homem tem que levar na tromba dos comunas, pelo menos uma vez. É assim uma espécie de ritual de passagem à vida adulta, um certificado de relevância a que todos os que aspiram a um lugar cimeiro na via-sacra que conduz ao status de estadista se têm de sujeitar.
Não se pense que é fácil, a coisa exige técnica, é preciso manter um ar impávido e democraticamente seguro – o que é do mais irritante quando se quer arrancar a alguém uma reacção - enquanto se é cuspido, socado, pontapeado e insultado – directamente ou apelando à figura materna e respectiva adjectivação.
Depois há que ter em conta também o local em que o linchamento ocorre: na Marinha Grande é sinónimo de pontuação máxima, na Baixa no Primeiro de Maio é bonzinho, na Baixa da Banheira ou na Cova da Piedade a coisa passa despercebida.
Só que depois ainda há aqueles que por muito que levem nos cornos nunca hão-de passar duns
cagõezitos de segunda linha…



Zé da Lela